Contactos  | 
Logo Portal da Habitação
   
 

Co-financiado por : POSC  
Fundos Estruturais CE
Município de Vila Nova da Barquinha
 
» ARU da Zona Baixa de Tancos » ARU da Zona Baixa de Vila Nova da Barquinha » ARU de Praia do Ribatejo  » ARU de Atalaia » ARU da Moita do Norte 


» ARU DA ZONA BAIXA DE TANCOS
 
      
 
Em 2009 foi aprovada a ARU da Zona Baixa Tancos, ao abrigo do Regime Extraordinário de Apoio à Reabilitação Urbana, consignado no artigo 82º da Lei 67-A/2007 de 31 de Dezembro. Posteriormente Município de Vila Nova da Barquinha, aprovou a Estratégia de Reabilitação nos termos do Regime Jurídico da Reabilitação Urbana (RJRU) e converteu-a numa ARU nos termos e para disposto neste RJRU. A zona encontra-se também abrangida por um Plano de Pormenor sob a forma de Plano de Salvaguarda que foi ratificado pela Portaria nº 875/93 de 15 de Setembro.
 
   
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-vnbarquinha.pt
 
Área de Reabilitação Urbana
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
Câmara Municipal
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
5 anos 
5 anos 
Aprovação da Câmara Municipal 
2011-06-22
2011-06-22
Aprovação da Assembleia Municipal 
2012-02-24
2012-02-24
Aprovação do IHRU
2011-07-27
2011-07-27
Publicação DR II Série
Ultima actualização: 2012-10-24

»Voltar ao Topo



» ARU DA ZONA BAIXA DE VILA NOVA DA BARQUINHA
 
  VNBarquinha_ARU-ZonaBaixaVNBarquinha_Foto1  VNBarquinha_ARU-ZonaBaixaVNBarquinha_Foto2  VNBarquinha_ARU-ZonaBaixaVNBarquinha_Foto3
 
A ARU De Vila Nova da Barquinha com 22,67 ha, abrange 374 prédios, cerca de 534 fogos e 744 habitantes. A malha urbana do Centro Histórico apresenta-se completamente construída com quarteirões bem definidos e homogeneidade na tipologia de ocupação. Não se registando edifícios de valor excecional, há alguns edifícios com interesse e vale a coerência do conjunto. A atual delimitação engloba ainda o Bairro S. João de Deus, os quarteirões de Habitação Plurifamiliar e a Qta. do Lagarito, com diversos problemas de degradação. Pretende-se reabilitar o edificado, requalificar os espaços públicos, melhorar a mobilidade, revitalizar o comércio, dinamizar atividades e animações, envolvendo a população. A ORU deverá passar a sistemática partindo da elaboração de um PERU para esta ARU.
 
 
VNBarquinha_ARU-ZonaBaixaVNBarquinha_planta(alteração)
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU  APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 
 
Entidade Gestora
Câmara Municipal
 
Processo de Constituição
 
 
Âmbito Temporal
3 anos 
 
Aprovação da Câmara Municipal 
 
 
Aprovação da Assembleia Municipal 
2015-12-18
 
Comunicação ao IHRU
2016-01-28
 
Publicação DR II Série
Ultima actualização: 2016-05-20
 
» ARU DE PRAIA DO RIBATEJO
 
  VNdaBarquinha_ARU-PraiadoRibatejo_Foto1 VNdaBarquinha_ARU-PraiadoRibatejo_Foto2 VNdaBarquinha_ARU-PraiadoRibatejo_Foto3
 
A ARU de Praia do Ribatejo abrange uma área de 48,8 ha, e é limitada a sul pelo Rio Tejo. Apresenta uma pendente suave distinguindo-se 4 tipologias de ocupação: Uma zona de moradias heterogénea quanto à implantação, número de pisos, cores, revestimentos, etc.; uma zona prédios de habitação plurifamiliar com 3 pisos, com habitação social e comércio serviços no piso térreo; uma zona correspondente à parte mais antiga, onde domina o uso habitacional, com 1 a 2 pisos registando vários edifícios em mau ou péssimo estado de conservação. A quarta zona, de edificação mais dispersa, inclui uma área industrial desactivada em mau estado de conservação.
 
 
VNdaBarquinha_ARU-PraiadoRibatejo_Planta

 

 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU  APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 
 
Entidade Gestora
Câmara Municipal
 
Processo de Constituição
 
 
Âmbito Temporal
3 anos 
 
Aprovação da Câmara Municipal 
 
 
Aprovação da Assembleia Municipal 
2015-12-18
 
Comunicação ao IHRU
2016-01-28
 
Publicação DR II Série
Ultima actualização: 2016-03-16

» ARU DE ATALAIA
 
  VNBarquinha_ARU-Atalaia_Foto1  VNBarquinha_ARU-Atalaia_Foto2  VNBarquinha_ARU-Atalaia_Foto3
 
A ARU de Atalaia, na Freguesia do mesmo nome, integra o núcleo mais antigo da povoação, com 12,44 hectares. A malha urbana apresenta-se completamente construída e desenvolve-se em quarteirões pouco uniformes, mas bem definidos, a partir do eixo principal norte/sul – Rua Patriarca D. José. As cérceas dos edifícios variam entre um e dois pisos e as habitações regra geral possuem um pequeno logradouro. É uma área essencialmente residencial, existindo no entanto algum comércio e serviços. Regista-se um número muito expressivo de edifícios em mau e péssimo estado de conservação, alguns destes habitados, com condições de salubridade bastante deficientes. Proliferam também as construções abarracadas no interior dos logradouros, afetando a salubridade das construções principais e a aparência de todo o conjunto urbano.
 
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU  APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 
 
Entidade Gestora
Câmara Municipal
 
Processo de Constituição
 
 
Âmbito Temporal
3 anos
 
Aprovação da Câmara Municipal 
 
 
Aprovação da Assembleia Municipal 
2015-06-26
 
Comunicação ao IHRU
2015-07-17
 
Publicação DR II Série
Ultima actualização: 2016-05-20

» ARU DE MOITA DO NORTE
 
  VNBarquinha_ARU-MoitadoNorte_Foto1   VNBarquinha_ARU-MoitadoNorte_Foto2   VNBarquinha_ARU-MoitadoNorte_Foto3
 
A Área de Reabilitação Urbana de Moita do Norte, com 17,30 hectares, integra a Freguesia, de Vila Nova da Barquinha. A malha urbana apresenta-se completamente construída com homogeneidade na ocupação de cada parcela. Sendo essencialmente residencial, coexistem as funções habitacional, comercial e de serviços, embora com efectivas necessidades de revitalização. As cérceas dos edifícios variam entre um e dois pisos, dominando um piso. Há diversos edifícios em mau e péssimo estado de conservação. O interior da área é marcado pela existência de algumas instalações industriais que se encontram abandonadas e em degradação há diversos anos. Existe grande necessidade de espaços verdes bem como de ordenamento das vias urbanas, estacionamentos e novo mobiliário urbano.
 
 
VNBarquinha_ARU-MoitadoNorte_Planta(alteração)
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU  APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 
 
Entidade Gestora
Câmara Municipal
 
Processo de Constituição
 
 
Âmbito Temporal
3 anos 
 
Aprovação da Câmara Municipal
2016-01-29
 
Aprovação da Assembleia Municipal 
2015-04-30
 
Comunicação ao IHRU
2015-07-17
 
Publicação DR II Série
 
 
 
Ultima actualização: 2016-05-20

 

Sobre o Portal | Avisos Legais | Política de Privacidade
Actualizado em 2016-02-18 | 1.6.4
Em conformidade com o nível 'AA' das WCAG 1.0 do W3C [D] Símbolo de Acessibilidade na Web  Portal da União Europeia