Contactos  | 
Logo Portal da Habitação
   
 

Co-financiado por : POSC  
Fundos Estruturais CE
Município de Loures
 
 
 
» ARU da Apelação                 
» ARU de Bucelas  
» ARU do Centro de Loures  
» ARU do Freixial  
» ARU de Lousa  
» ARU do Prior Velho  
» ARU de Unhos  
   


» ARU DE MOSCAVIDE
 
  Loures_ARU-Moscavide_Foto1 Loures_ARU-Moscavide_Foto2   Loures_ARU-Moscavide_Planta
 
A ARU de Moscavide abrange uma área de 28,33 ha, englobando todo o núcleo do aglomerado, entre a autoestrada A1, a linha de caminho de ferro do norte e o concelho de Lisboa e constitui um conjunto com dimensão, unidade e coerência urbana de conjunto significativas e estrutura-se como um bairro urbano, com forte centralidade. A sua singularidade urbanística decorre da densa malha ortogonal e da relativa uniformidade tipológica e arquitetónica, únicas na área do município de Loures.
 
Enquadramento Legal
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
Área de Reabilitação Urbana
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
Câmara Municipal
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
10 anos 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal 
-
-
Aprovação do IHRU
2011-11-17
2011-11-17
Aprovação da Assembleia Municipal 
2011-04-14
2011-04-14
Publicação DR II Série
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE SACAVÉM
 
  Loures_ARU-Sacavem_Foto1 Loures_ARU-Sacavem_Foto2   Loures_ARU-Sacavem_Planta
 
Com a constituição da ARU de Sacavém pretende -se lançar as bases de uma intervenção municipal de reabilitação que responda aos desafios colocados pelo RJRU, reabilitando a edificação degradada, melhorando as suas condições de utilização e valorizando o património cultural. Tem-se em vista o desenvolvimento de uma experiência que possa consolidar-se e ser reproduzida em todo o território municipal.
 
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
Área de Reabilitação Urbana
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
Câmara Municipal
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
10 anos 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal 
-
-
Aprovação do IHRU
2010-11-17
2010-11-17
Aprovação da Assembleia Municipal 
2012-05-07
2012-05-07
Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2012-10-24


» ARU DA APELAÇÃO
 
  Loures_ARU-Apelação_Foto1    Loures_ARU-Apelação_Foto2    Loures_ARU-Apelação_Foto3
 
A ARU da Apelação abrange uma área de 4,0 ha situada na freguesia da Apelação e corresponde ao núcleo original do aglomerado e sua envolvente imediata. O ambiente urbano é híbrido, de origem rural com influência urbana, consequência de numerosas intervenções recentes. A construção antiga, muito heterogénea, apresenta volumetrias dominantes entre um e dois pisos, em parcelas de dimensões reduzidas dispostas de forma orgânica em volta do largo. As suas ligações à rede regional não são diretas, fazendo-se através da EM 631 e EM 507, através das quais se acede ao IC 2 em Sacavém, à A8 em Frielas e ao Eixo Norte/Sul em Camarate. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-Apelação_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-09-20
Aprovação do IHRU
 
2013-04-29
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DO BAIRRO OPERÁRIO
 
  Loures_ARU-BairroOperário_Foto1 Loures_ARU-BairroOperário_Foto2 Loures_ARU-BairroOperário_Foto3
 
A ARU do Bairro Operário abrange uma área de 5,8 ha situada na freguesia de São João da Talha e corresponde ao núcleo original do aglomerado e sua envolvente imediata. A ocupação é muito heterogénea, coexistindo vilas, moradias e edifícios de habitação plurifamiliar com diversos graus de degradação. A malha urbana, pouco hierarquizada, consiste numa estrutura de quarteirões de densidades e tipologias diversas, suportadas numa estrutura viária dominantemente ortogonal, de perfis exíguos, ligadas de forma desfasada. As suas ligações à rede regional não são diretas, fazendo –se através da EM 504 ou da EM 630, a partir das quais se pode aceder ao IC 2 e daí à rede regional e nacional, quer na Bobadela, a sul, quer em Santa Iria da Azóia, a norte. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-BairroOperário_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-04-30
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DA BOBADELA
 
  Loures_ARU-Bobadela_Foto1    Loures_ARU-Bobadela_Foto2    Loures_ARU-Bobadela_Foto3
 
A ARU da Bobadela tem a área de 3,6 ha, situa -se na freguesia da Bobadela e inscreve -se pela área mais antiga do aglomerado. O ambiente é de cariz urbano, com trafego viário de atravessamento intenso pela EM504, incluindo pesados. Os passeios, quando existem, são exíguos, tornando -se intransitáveis. As cérceas são muito variadas, bem como as dimensões e forma da implantação volumétrica, que desqualificam a malha antiga. As ligações à região estabelecem –se pela A1, a poente do aglomerado e sem ligação direta ao mesmo. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-Bobadela_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-01
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
     
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE BUCELAS
 
  Loures_ARU-Bucelas_Foto1 Loures_ARU-Bucelas_Foto2 Loures_ARU-Bucelas_Foto3
 
A ARU de Bucelas tem a área de 15 ha, situa-se na freguesia de Bucelas e inscreve -se pelo núcleo antigo do aglomerado. Bucelas apresenta um núcleo de dimensões consideráveis, com património classificado, frentes e edifícios de valor patrimonial, bem como de quintas com valor histórico e espaços públicos de referência. Este núcleo, na sua área central, manteve a estrutura inicial do tecido urbano, que aglutina as funções de centralidade, no entanto, alguns quarteirões apresentam-se com o parque habitacional degradado. O aglomerado traduz as tradições vinícolas da freguesia, apresentando. Dispõe de uma estrutura viária radial,  organizada a partir da EN115 que atravessa Bucelas no sentido norte/sul e EN116 no sentido nascente/poente. A ORU em por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-Bucelas_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-09-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-02
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE CABEÇO DE MONTACHIQUE
 
  Loures_ARU-CabeçoMontachique_Foto1  Loures_ARU-CabeçoMontachique_Foto2   Loures_ARU-CabeçoMontachique_Foto3
 
A ARU do Cabeço de Montachique tem a área de 2,3 ha, insere–se nas freguesias de Lousa e Fanhões, sendo o limite entre freguesias definido pela EN374 que atravessa a ARU longitudinalmente e inscreve–se pelo núcleo antigo do aglomerado.
A centralidade deste aglomerado é a área mais a Norte, onde se localizam algumas unidades comerciais, a paragem da rodoviária, um telefone,um café e a sede do Grupo Desportivo de Montachique. A ORU em por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-CabeçoMontachique_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-03
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE CAMARATE
 
  Loures_ARU-Camarate_Foto1 Loures_ARU-Camarate_Foto2 Loures_ARU-Camarate_Foto3
 
A ARU de Camarate abrange uma área de 9,9 ha situada na freguesia de Camarate, englobando os eixos onde se localizam os elementos de valor patrimonial identificados na revisão do PDM de Loures, correspondendo ao seu núcleo original (e extensão à Quinta de Santa Maria). Localiza-se na zona oriental do concelho de Loures, sendo sede de freguesia. A sul é limitada pela CRIL, sem ligação ao aglomerado. A nascente e poente, passando por norte, a EM 507 envolve o aglomerado, com articulação à rede local nos nós 34 e 27, a nascente e norte respetivamente. Esta via permite aceder ao Eixo Norte-Sul e à rede regional a partir do nó de Camarate, a sul. A ORU em por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-Camarate_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-09-20
Aprovação do IHRU
 
2013-04-29
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
     
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DO CENTRO DE LOURES
 
  Loures_ARU-CentrodeLoures_Foto1    Loures_ARU-CentrodeLoures_Foto2    Loures_ARU-CentrodeLoures_Foto3
 
A ARU do Centro de Loures abrange uma área de 4,4 ha situada na freguesia de Loures e corresponde ao conjunto de valor patrimonial como tal definido na revisão do PDM de Loures. A urbanização desta área remonta séculos XVIII /XIX, situando -se a uma cota superior à do núcleo original, em encosta orientada a poente. Constitui o centro funcional da cidade de Loures e estrutura -se em quarteirões ao longo da Rua da República, o seu principal eixo comercial. Mantém-se uma relação forte com as áreas rurais envolventes — várzeas de Loures e de Pinheiro de Loures. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-CentrodeLoures_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-05
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DA ÁREA CENTRAL DE S. JOÃO DA TALHA
 
  Loures_ARU-CentroS.JoãoTalha_Foto1   Loures_ARU-CentroS.JoãoTalha_Foto2  Loures_ARU-CentroS.JoãoTalha_Foto3
 
A ARU do Centro de São João da Talha tem a área de 3,3 ha, situa–se na freguesia de São João da Talha e inscreve-se pela área mais antiga do aglomerado. As ligações viárias à região passam pela A1 com acesso pelo nó de São João da Talha, com entrada apenas no sentido de Lisboa. O Centro de São João da Talha tem um cariz urbano, com tráfego viário muito intenso na rotunda. Existem passeios de dimensão razoável, sendo o estacionamento insuficiente. As novas edificações de desenvolvimento vertical e sobredensificador, apoiam-se na estrutura urbana existente de uma forma desequilibrada. A malha urbana atual é o somatório das várias intervenções desarticuladas, variando as cérceas entre um a seis pisos, chegando aos doze em duas torres, o que provoca grandes dissonâncias volumétricas. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-CentroS.JoãoTalha_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-06
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE FANHÕES
 
  Loures_ARU-Fanhões_Foto1  Loures_ARU-Fanhões_Foto2    Loures_ARU-Fanhões_Foto3
 
A ARU de Fanhões abrange uma área de 8,1 ha situada na freguesia de Fanhões e corresponde ao conjunto de valor patrimonial como tal definido na revisão do PDM de Loures. É atravessada pela EM 541, que a sul permite a ligação a Santo Antão do Tojal e à CREL. A poente, passando por Casaínhos, culmina na ER 374, com ligação ao concelho de Mafra e à A8 no nó de Lousa. O povoamento é orgânico, de malha apertada e muito irregular, desenvolvendo-se predominantemente em encosta a norte da estrada municipal. Os perfis da rede viária são muito reduzidos e com pendentes muito acentuadas em alguns troços, confluindo nalguns espaços públicos mais polarizadores. A implantação em encosta permite vistas muito amplas sobre a paisagem envolvente, sendo a zona baixa do aglomerado de origem mais recente e mais desestruturada. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-Fanhões_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Tipo de ORU
 
Simples
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-07
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DO FREIXIAL
 
  Loures_ARU-Freixial_Foto1    Loures_ARU-Freixial_Foto2    Loures_ARU-Freixial_Foto3
 
A ARU do Freixial abrange uma área de 5,8 ha situada na freguesia de Bucelas e corresponde ao conjunto de valor patrimonial como tal definido na revisão do PDM de Loures. O Freixial, de edificação concentrada e morfologia orgânica, desenvolve-se na encosta do Alto da Lapa, em cotas inferiores à da EN 116, até à linha de água onde se localiza o largo do jardim, o coreto, a capela e o coração do aglomerado, com presença de edifícios com valor patrimonial. A sua envolvente natural possui grande interesse paisagístico, com manchas de vegetação de valor ecológico e grandes potencialidades de valorização ambiental. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-Freixial_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-08
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
     
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE FRIELAS
 
  Loures_ARU-Frielas_Foto1 Loures_ARU-Frielas_Foto2  Loures_ARU-Frielas_Foto3
 
A ARU de Frielas tem a área de 2,7 ha, situa-se na freguesia de Frielas e inscreve-se pelo núcleo antigo do aglomerado. As ligações locais e regionais processam-se, a sul e nascente, através da EN250 e a norte pela EM626. Frielas tem um caráter predominantemente habitacional, registando-se, no entanto, a intrusão de indústria descaracterizadora do ambiente urbano. A sul, o plano contínuo de fachadas define um espaço canal, de tráfego intenso, que conduz diretamente ao centro do aglomerado, no qual predominam edifícios de um e dois pisos definindo quarteirões de pequena dimensão. A nascente, predominam edificações com três pisos, provocando dissonâncias no tecido mais antigo. No limite nascente, os dois edifícios antigos encontram-se profundamente alterados. A norte da estação arqueológica, o aglomerado tem uma ocupação mais dispersa, ligada ao uso agrícola. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-Frielas _Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Tipo de ORU
 
Simples
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-09
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DA IGREJA MATRIZ DE LOURES
 
  Loures_ARU-IgrejaMatrizLoures_Foto1    Loures_ARU-IgrejaMatrizLoures_Foto2   Loures_ARU-IgrejaMatrizLoures_Foto3
 
A ARU da Igreja Matriz de Loures abrange uma área de 1,4 ha situada na freguesia de Loures e corresponde ao conjunto de valor patrimonial como tal definido na revisão do PDM de Loures. Dispõe de ligações locais e regionais privilegiadas através da A8 (nós de Frielas ou Loures) e do IC22 (nó de Loures/Montemor. A urbanização desta área remonta séculos XVI /XVII e constitui o núcleo original da cidade de Loures, desenvolvendo-se de forma orgânica em torno da igreja matriz e sendo delimitada a sul pela EN8. É relativamente marginal ao centro do aglomerado, mantendo uma ligação muito forte com a envolvente rural. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-IgrejaMatrizLoures_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima atualização: 2012-10-24


» ARU DE LOUSA
 
  Loures_ARU-Lousa_Foto1     Loures_ARU-Lousa_Foto2     Loures_ARU-Lousa_Foto3
 
A ARU de Lousa abrange uma área de 7,3 ha situada na freguesia de Lousa e corresponde ao conjunto de valor patrimonial como tal definido na revisão do PDM de Loures. Dispõe de ligações locais e regionais privilegiadas através da EN 8. Através da EN 374 -2 dispõe de acesso à rede de autoestradas. O aglomerado na confluência da Ribeira de Montachique com o Rio de Lousa, expandindo-se sobretudo ao longo da encosta a norte/nascente da EN 8, com grande variação de cotas, implantando-se em socalcos e respeitando a topografia local. Os arruamentos desenvolvem -se no sentido das curvas de nível, com perfis reduzidos e passeios quase inexistentes, a partir da estrada nacional, que assume igualmente a principal centralidade. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da àrea de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-Lousa_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE PINHEIRO DE LOURES
 
  Loures_ARU-PinheiroLoures_Foto1   Loures_ARU-PinheiroLoures_Foto2  Loures_ARU-PinheiroLoures_Foto3
 
A ARU de Pinheiro de Loures tem a área de 4,4 ha, situa-se na freguesia de Loures e inscreve-se pelo núcleo antigo do aglomerado. O aglomerado é atravessado pela EN8, que se articula, na cidade de Loures, com o nó de acesso à A8. Desenvolve -se na confluência de duas linhas de água: o rio de Loures e a Ribeira de Pinheiro de Loures. O núcleo antigo estende-se linearmente ao longo da EN 8, que apresenta uma grande intensidade de tráfego, constituindo-se assim numa barreira que divide este núcleo. A nascente, a presença da CREL em viaduto tem fortes impactos visuais. Os arruamentos a sul, localizados no interior da malha são muito estreitos e sem passeios. É junto do eixo da estrada nacional que se concentram os serviços, comércio e restauração. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-PinheiroLoures_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Tipo de ORU
 
Simples
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE PINTÉUS 
 
  Loures_ARU-Pintéus_Foto1      Loures_ARU-Pintéus_Foto2      Loures_ARU-Pintéus_Foto3
 
A ARU de Pintéus abrange uma área de 3,1 ha situada na freguesia de Santo Antão do Tojal e corresponde ao conjunto de valor patrimonial como tal definido na revisão do PDM de Loures. As suas ligações locais e regionais fundamentais estabelecem-se através da EM 541. O aglomerado localiza-se numa posição privilegiada, ao longo da encosta que acompanha a Ribeira de Fanhões. O eixo é delimitado a poente por uma frente edificada que o acompanha e a nascente por um murete branco em alvenaria de pedra, pontualmente interrompido por algumas construções. A nascente o aglomerado estende-se até à ribeira, que corre num vale de elevado valor paisagístico. Ao longo do eixo surgem alargamentos a várias cotas que se constituem observatórios para a envolvente. ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-Pintéus_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DO PRIOR VELHO
 
  Loures_ARU-PriorVelho_Foto1      Loures_ARU-PriorVelho_Foto2      Loures_ARU-PriorVelho_Foto3
 
A ARU do Prior Velho tem a área de 6,5 ha, situa-se na freguesia do Prior Velho e inscreve -se pela área mais antiga do aglomerado do Prior Velho, conforme delimitação no desenho anexo. Confina a nascente com a área de intervenção do Plano de Pormenor do Prior Velho que visa a reestruturação do tecido urbano existente. O Prior Velho usufrui de acessibilidades privilegiadas, integrando a área de expansão urbana preferencial da cidade de Lisboa, apoiada sobretudo na fixação de população atraída pela dinâmica industrial polarizada nesta área. Trata-se de uma área com focos de degradação e vulnerabilidade e com profunda descontextualização da paisagem urbana, fruto das transformações a foi sendo sujeita. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-PriorVelho_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-09-20
Aprovação do IHRU
 
2013-04-29
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE SANTA IRIA DA AZÓIA
  
  Loures_ARU-SantaIriaAzoia_Foto1 Loures_ARU-SantaIriaAzoia_Foto2 Loures_ARU-SantaIriaAzoia_Foto3
 
A ARU de Santa Iria da Azóia tem a área de 2,4 ha, situa -se na freguesia de Santa Iria da Azóia e inscreve -se pelo núcleo antigo do aglomerado. As ligações à região são efetuadas pelo nó de Santa Iria da Azóia que se articula com a A1 e o IC2. A EN 115 -5 liga, a nascente, o nó de Santa Iria da Azóia e a EN10. A poente, liga com a Via de Cintura da AML. Santa Iria da Azóia apresenta um ambiente de cariz urbano, com uso predominante de habitação não se identificando uma cércea dominante. O trafego viário é quase inexistente. O tecido urbano apresenta -se degradado sendo caracterizado por duas estruturas que se interligam: uma linear, a poente e outra radial, a nascente. A Rua D. Afonso Henriques com o seu jardim central, estrutura -se como uma alameda que se articula a sul com o Largo Luís de Camões. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-SantaIriaAzoia_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Tipo de ORU
 
Simples
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE SANTO ANTÃO DO TOJAL
 
  Loures_ARU-SantoAntãoTojal_Foto1    Loures_ARU-SantoAntãoTojal_Foto2   Loures_ARU-SantoAntãoTojal_Foto3
 
A ARU de Santo Antão do Tojal tem a área de 25,6 ha, situa-se na freguesia de Santo Antão do Tojal e inscreve -se pelo núcleo antigo do aglomerado. A POVOAÇÃO desenvolveu-se em função da sua base de sustentação agrícola, a partir da quinta da Mitra, que no reinado de D. João V foi engrandecida com a grande obra mecenática do primeiro Patriarca de Lisboa, D. Tomás de Almeida. Ainda hoje, uma estrutura urbana incorpora grandes espaços não construídos e agricultados, que evidencia a matriz rural inicial e o edificado encontra -se, na sua generalidade, em mau estado de conservação ou em pré -ruína e devoluto.
A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
 
  Loures_ARU-SantoAntãoTojal_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Tipo de ORU
 
Simples
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU de Unhos
 
  Loures_ARU-Unhos_Foto1      Loures_ARU-Unhos_Foto2     Loures_ARU-Unhos_Foto3
 
A ARU de Unhos abrange uma área de 2,0 ha situada na freguesia de Unhos e corresponde ao conjunto de valor patrimonial como tal definido na revisão do PDM de Loures. As suas ligações à rede regional não são diretas, fazendo-se através da via L8 e das EM 506, 507 e 631.Unhos situa -se numa encosta nascente da Costeira de Loures, desenvolvendo-se de forma radial. O tecido adapta-se de forma orgânica ao relevo com morfologia acentuada, permitindo a criação de plataformas. Os lotes de pequena dimensão dispõem-se ao longo dos arruamentos principais, com volumetrias dominantes de um a dois pisos, deixando bolsas de dimensão significativa no interior do aglomerado. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-Unhos_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DE VALE DE FIGUEIRA
 
  Loures_ARU-ValedeFigueira_Foto1   Loures_ARU-ValedeFigueira_Foto2    Loures_ARU-ValedeFigueira_Foto3
 
A ARU de Vale de Figueira abrange uma área de 10,3 ha situada na freguesia de São João da Talha e corresponde ao núcleo original do aglomerado e sua envolvente imediata. As suas ligações à rede regional não são diretas, fazendo-se através da EM 504 ou da EM 630. O Vale de Figueira localiza -se na zona poente da freguesia e a poente da A1. A edificação é pouco uniforme, coexistindo cérceas muito variadas, diferentes planos de fachada e um misto de modelos de implantação. O tráfego viário é muito intenso na Rua Alfredo Vitorino da Costa, sendo os passeios de dimensão reduzida. O aglomerado, sem centralidades significativas, está envolvido por áreas urbanas de génese ilegal que o influenciam negativamente, dominando uma imagem urbana que tem por modelo a ocupação clandestina. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-VeledeFigueira_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24


» ARU DO ZAMBUJAL
 
  Loures_ARU-Zambujal_Foto1     Loures_ARU-Zambujal_Foto2    Loures_ARU-Zambujal_Foto3
 
A ARU do Zambujal tem a área de 1,2 ha, situa-se na freguesia de São Julião do Tojal e inscreve-se pelo núcleo antigo do aglomerado. As ligações locais e regionais processam-se através da EM 613. O tecido urbano desenvolve-se ao longo da EM 613 que atravessa o aglomerado de Sul a Poente, e pela encosta a Norte e a Nascente, abrindo-se para Poente em forma de baía envolvendo um pequeno olival. A estrutura urbana é orgânica adaptando-se ao terreno, sem hierarquias definidas e com um número excessivo de impasses que condicionam profundamente a circulação, quer viária, quer pedonal. As construções implantam-se em parcelas de reduzida dimensão, as hierarquias estão mal definidas e existe um deficit de espaços públicos marcantes, sendo precária a relação com a envolvente natural. A ORU tem por objetivo geral a reabilitação dos edifícios da área de intervenção, mediante incentivos e apoios aos seus proprietários e titulares de outros direitos, ónus e encargos.
  Loures_ARU-Zambujal_Planta
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU E ORU SIMPLES APROVADAS
Consulta do Processo
http://www.cm-loures.pt/
 
 
 
 
Operação de Reabilitação Urbana
Entidade Gestora
 
Câmara Municipal
Processo de Constituição
 
Instrumento Próprio
Tipo de ORU
 
Simples
Âmbito Temporal
 
10 anos
Aprovação da Câmara Municipal
 
2013-03-20
Aprovação do IHRU
 
2013-05-10
Aprovação da Assembleia Municipal 
 
2013-09-12
Publicação DR II Série
 
   
 
Ultima actualização: 2012-10-24

 

Sobre o Portal | Avisos Legais | Política de Privacidade
Actualizado em 2016-02-18 | 1.6.4
Em conformidade com o nível 'AA' das WCAG 1.0 do W3C [D] Símbolo de Acessibilidade na Web  Portal da União Europeia