Contactos  | 
Logo Portal da Habitação
   
 

Co-financiado por : POSC  
Fundos Estruturais CE
Município de Arganil
 
» ARU de Celavisa 
» ARU de Coja
» ARU de Sarnadela
» ARU de Sarzedo » ARU de Secarias » ARU de Vila Cova de Alva
  

 

 » ARU DO NÚCLEO HISTÓRICO DA VILA DE ARGANIL
 
  Arganil_ARU-NHVArganil_Foto1 Arganil_ARU-NHVArganil_Foto2Arganil_ARU-NHVArganil_Foto3
 
 
Esta ARU, com uma área de cerca de 23ha, compreende praticamente toda a zona edificada daquele que é o centro cívico e histórico da vila de Arganil. Trata-se pois da zona mais nobre da vila, e onde teve origem o seu primitivo núcleo urbano. Com uma delimitação semelhante à que já tinha sido definida em 2002 para a elaboração do Plano de Pormenor de Salvaguarda e Valorização do Centro Histórico de Arganil, serviu este documento estratégico de base para a delimitação da ARU de Arganil, pois contem já um diagnóstico bastante aprofundado da área de intervenção, das suas fragilidades e potencialidades. A área delimitada reúne pois a zona onde estão concentradas as principais unidades de comércio tradicional e serviços da vila, que juntamente com a presença dos principais espaços e equipamentos públicos, justificam a necessidade de uma intervenção integrada, dado o estado de degradação em que se encontra parte do edificado.
 
  Arganil_ARU-NHVArganil_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal
2015-09-08

Aprovação da Assembleia Municipal
2015-10-09

Comunicação ao IHRU
2015-09-12

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2015-11-03


 » ARU DE ANCERIZ
 
  Arganil_ARU-Anceriz_Foto1    Arganil_ARU-Anceriz_Foto2   Arganil_ARU-Anceriz_Foto3
 
Anceriz é uma aldeia que pertence à União das Freguesia de Vila Cova de Alva e Anceriz e localiza-se na parte Norte do concelho de Arganil. Esta aldeia de características rurais contava, em 2011, com 146 habitantes e 160 edifícios, a maioria dos quais residenciais com 1 ou 2 pisos. O núcleo mais antigo da aldeia, de malha densa, desenvolveu-se principalmente ao longo de um eixo viário, expandindo-se ao longo deste e da EM516 a Norte. Desta forma a área delimitada tem cerca de 14 hectares, uma vez que abrange tanto o núcleo primitivo como as
novas áreas de expansão, garantindo assim a abrangência da quase totalidade dos edifícios existentes, que na sua maioria são anteriores à década de 80 e necessitam de intervenções.
 
  Arganil_ARU-Anceriz_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE ARGANIL 2
 
  Arganil_ARU-Arganil2_Foto1   Arganil_ARU-Arganil2_Foto2    Arganil_ARU-Arganil2_Foto3
 
A vila de Arganil tem o seu núcleo original bem demarcado no território e apresentasse de uma morfologia densa e concentrada, constituindo esta área a ARU do Núcleo Histórico de Arganil. Por sua vez, as zonas de expansão da vila aconteceram de forma desordenada e bastante dispersa no território, o que levou á necessidade de delimitar uma segunda ARU para a vila, a ARU –Arganil 2.Esta nova ARU pretende assim complementar a área já delimitada pela ARU do Núcleo Histórico da Vila de Arganil, abrangendo as zonas da Portelinha, Alagoa, São Pedro, Gândara e Sobreiral, perfazendo uma área com cerca de 384 hectares. A delimitação da ARU –Arganil 2 garante a compreensão da quase totalidade dos edifícios existentes no espaço urbano exterior ao núcleo histórico, o que possibilitará a valorização do património edificado da vila no seu todo. 
 
  Arganil_ARU-Arganil2_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE BARRIL DE ALVA
 
  Arganil_ARU-BarrildeAlva_Foto1  Arganil_ARU-BarrildeAlva_Foto2 Arganil_ARU-BarrildeAlva_Foto3
 
Barril de Alva é uma aldeia que pertence à União das Freguesias de Coja e Barril de Alva e localiza-se na parte Norte do concelho de arganil. Esta aldeia desenvolveu-se de forma bastante dispersa no território e resulta da fusão de três diferentes núcleos habitacionais, Casal Cimeiro, Casal do Meio e Casal Fundeiro. Em 2011, Barril de Alva contava com 281 habitantes e 253 edifícios, na sua maioria residenciais com 1 ou 2 pisos e a necessitar de ser intervencionados devido ao seu estado de conservação. A delimitação da ARU definiu-se pelas características intrínsecas de arquitetura que o conjunto edificado apresenta, visando sobretudo criar condições que potenciem a reabilitação dos imóveis privados e do espaço público e a consequente melhoria das condições de vida dos residentes, bem como gerar um conjunto de condições que potenciem e atraiam o investimento privado. A ARU –Barril de Alva é bastante extensa, 61 hectares, devido à dispersão que apresenta no território e à necessidade de abranger todos os espaços públicos e principalmente a totalidade dos edifícios, uma vez que na generalidade são anteriores a 1980 e apresentam já diferentes níveis de degradação.
  Arganil_ARU-BarrildeAlva_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE BENFEITA
 
  Arganil_ARU-Benfeita_Foto1                      Arganil_ARU-Benfeita_Foto2                Arganil_ARU-Benfeita_Foto3
 
Benfeita é uma aldeia sede de freguesia na zona Nascente do concelho de Arganil. Esta aldeia apresenta o seu núcleo génese bastante denso e que se desenvolveu acompanhando a topografia acidentada das margens da Ribeira da Mata. O crescimento da aldeia da Benfeita deu-se de forma linear ao longo dos principais eixos viários, a EM 518 e a Av. Dr. Mário Mathias. A Benfeita, tem ainda uma presença da atividade agrícola importante, mas o turismo é um setor em crescimento e relevante para o desenvolvimento económico da aldeia, pois esta aldeia insere-se na Rede das Aldeias do Xisto. Desta forma, a paisagem criada pelo conjunto edificado e os campos agrícolas nas margens da Ribeira da Mata é uma das principais ofertas turísticas da aldeia. Assim, a valorização da paisagem através da reabilitação do edificado e espaços públicos é um aspeto essencial para assegurar a continuidade e o crescimento do turismo e bem-estar da população residente. Em 2011, a aldeia da Benfeita contava com 143 habitantes e 195 edifícios, a maioria defunção residencial com 1 a 4 pisos e anteriores à década de 80, pelo que interessa assegurar a sua conservação, manutenção e reabilitação. A ARU –Benfeita compreende assim todos os espaços públicos da aldeia e a quase totalidade as edificações, abrangendo tanto o centro mais antigo como as zonas de expansão, o que perfaz uma área com cerca de 24 hectares.
 
  Arganil_ARU-Benfeita_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE CELAVISA
 
  Arganil_ARU-Celavisa_Foto1    Arganil_ARU-Celavisa_Foto2    Arganil_ARU-Celavisa_Foto3
 
Celavisa é uma aldeia sede de freguesia, que se localiza na zona Sul do concelho de Arganil. Esta aldeia encontra-se num vale, na margem norte da Ribeira de Celavisa e apresenta um desenvolvimento linear (nascente/poente) ao longo do principal eixo viário, a EM542. Os campos agrícolas têm uma presença muito forte, ladeando toda a povoação. A delimitação da ARU definiu-se pelas características conjunto edificado apresenta, bem como pela permanência da sua população residente, visando sobretudo criar condições que potenciem a reabilitação dos imóveis privados e do espaço público e a consequente melhoria das condições de vida dos residentes, bem como gerar um conjunto de condições que potenciem e atraiam o investimento privado e a fixação de novos residentes. No ano de 2011, Celavisa contava com 95 habitantes e 139 edifícios, a maioria dos quais residenciais com 1 ou 2 pisos e anteriores a 1980. O património edificado da aldeia de Celavisa encontra-se cada vez mais degradado, pelo que a delimitação da ARU abrange todos os edifícios e espaços públicos da aldeia. A ARU –Celavisa engloba o núcleo primitivo da aldeia, mas também as zonas mais recentes de expansão ao longo da Av. Oliveira de Matos e da Rua Luís Jorge e o conjunto de edifícios que se encontra na margem sul da Ribeira de Celavisa, resultando uma área com cerca de 16ha.
  Arganil_ARU-Celavisa_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE CEPOS
 
  Arganil_ARU-Cepos_Foto1Arganil_ARU-Cepos_Foto2Arganil_ARU-Cepos_Foto3
 
Cepos é a aldeia sede da União de Freguesias Cepos e Teixeira, localizada na parte sul do concelho de Arganil. Esta aldeia desenvolve-se numa vertente da Serra do Açor com orientação predominante para este e o seu núcleo mais antigo apresenta uma malha apertada e forma orgânica, adaptada à topografia do território. A expansão deste aglomerado rural aconteceu de forma dispersa ao longo dos principais eixos viários até ao cimo da encosta. A delimitação da ARU definiu-se pelas características intrínsecas de arquitetura que o conjunto edificado apresenta, visando sobretudo criar condições que potenciem a reabilitação dos imóveis privados e do espaço público e a consequente melhoria das condições de vida dos residentes, bem como gerar um conjunto de condições que potenciem e atraiam o investimento privado e a fixação de novos residentes. Em 2011, Cepos contabilizava 116 habitantes e 161 edifícios, a maioria dos quais residenciais com 1 ou 2 pisos e anteriores a 1980. Dada a necessidade de intervenção em grande parte dos edifícios, a área delimitada reúne a quase totalidade dos edifícios e espaços públicos da aldeia, abrangendo o núcleo primitivo da aldeia e as zonas de expansão mais recentes. A ARU –Cepos é, assim, enquadrada a Norte pelo Parque da Trapa, a Sul pelo Cemitério, a Poente pelo parque de Lazer e a Nascente pela Estrada do Vale da Fonte, perfazendo uma área com cerca de 27ha.
 
  Arganil_ARU-Cepos_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE CERDEIRA E PORTELA DA CERDEIRA
 
  Arganil_ARU-Cerdeira_Foto1 Arganil_ARU-Cerdeira_Foto2 Arganil_ARU-Cerdeira_Foto3
 
Cerdeira é a aldeia sede da União das Freguesias de Cerdeira e Moura da Serra situada numa encosta da Serra do Açor no lado Norte do concelho de Arganil. O núcleo primitivo deste aglomerado rural apresenta uma malha bastante apertada e uma morfologia radioconcêntrica, no entanto a sua expansão não seguiu a mesma regra, criando uma nova centralidade junto do principal eixo viário, a N 344, dando origem à Portela da Cerdeira. Devido à proximidade e à relação de dependência destes aglomerados rurais, a ARU delimitada abrange ambos os núcleos populacionais. A delimitação da ARU definiu-se pelas características intrínsecas de arquitetura que o conjunto edificado apresenta, visando sobretudo criar condições que potenciem a reabilitação dos imóveis privados e do espaço público e a consequente melhoria das condições de vida dos residentes, bem como gerar um conjunto de condições que potenciem e atraiam o investimento privado e a fixação de novos residentes. Em 2011 Cerdeira e Portela da Cerdeira contavam com 253 habitantes e 230 edifícios, a maioria residenciais com 1 ou 2 pisos e anteriores a 1980, pelo que a ARU delimitada engloba a quase totalidade dos edifícios e espaços públicos existentes, perfazendo uma área com cerca de 22ha.
  Arganil_ARU-Cerdeira_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE COJA
 
  Arganil_ARU-Coja_Foto1   Arganil_ARU-Coja_Foto2  Arganil_ARU-Coja_Foto3
 
Coja é a vila sede da União das Freguesias de Coja e Barril de Alva, localiza-se na parte Norte do concelho de Arganil e trata-se do segundo maior núcleo urbano do concelho. A vila de Coja desenvolve-se nas margens do Rio Alva, sendo na margem esquerda que se localiza o núcleo mais antigo deste aglomerado, de malha apertada e traçado irregular. A expansão da aldeia deu-se de forma desordenada e expansiva ao longo dos principais eixos viários, a EN 342 e a EN 344, e na margem direita do Rio Alva. No ano de 2011, Coja contava com 1040 habitantes e com 395 edifícios, a maioria dos quais residenciais com 1 ou 2 pisos.
O turismo é uma atividade económica bastante importante para Coja, que tem uma paisagem urbana singular e com bastante potencial como recurso turístico. A reabilitação urbana é assim fundamental para a valorização da paisagem urbana formada pelo conjunto urbano e pelo Rio Alva. A ARU - Coja reúne a zona onde se concentra o edificado mais antigo, a principal unidade de comércio tradicional e de serviços, e os principais espaços e equipamentos públicos, a necessitar de uma intervenção integrada. Para além do núcleo primitivo da vila, a ARU abrange também as suas principais zonas de expansão em ambas as margens do Rio Alva, perfazendo uma área com cerca de 131ha.
 
  Arganil_ARU-Coja_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE FOLQUES
 
  Arganil_ARU-Folques_Foto1      Arganil_ARU-Folques_Foto2        Arganil_ARU-Folques_Foto3
 
Folques é uma aldeia sede de freguesia que se localiza no centro do concelho de Arganil. Em 2011 esta aldeia contava com 160 habitantes e 144 edifícios, a maioria habitacionais com 1 ou 2 pisos de altura e anteriores a 1980. A aldeia de Folques desenvolveu-se no vale formado pela ribeira de Folques nas proximidades do Mosteiro de Folques. O seu núcleo mais antigo tem uma malha apertada de morfologia irregular que se expandiu ao longo dos principais eixos viários. A ARU-Folques reúne a quase totalidade dos edifícios e espaços públicos da aldeia, abrangendo o núcleo primitivo da aldeia ao longo das ruas Cristiano da Costa Gouveia, Padre José Lourenço de Matos e Padre José Costa Ventura e do Largo das Almas. A ARU delimitada inclui também as zonas mais recentes da aldeia, a Norte ao longo da Estrada Principal e da rua Álvaro Simões Gouveia, e a Sul estende-se pela Rua S. António. Resulta, assim, uma área com cerca de 16ha.
 
  Arganil_ARU-Folques_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE MOURA DA SERRA
 
  Arganil_ARU-MouradaSerra_Foto1          Arganil_ARU-MouradaSerra_Foto2          Arganil_ARU-MouradaSerra_Foto3
 
A aldeia de Moura da Serra pertence à União das freguesias de Cerdeira e Moura da Serra, que se localiza na parte Este do concelho de Arganil. Situada numa encosta da Serra do Açor, entre os 700 e os 800m de altitude, trata-se de um aglomerado rural de pequenas dimensões, de morfologia orgânica adaptada à topografia do território. Em 2001, Moura da Serra contabilizava 46 habitantes e 79 edifícios, a maioria residencial com 1 a 4 pisos e anteriores a 1980. Devido às pequenas dimensões deste aglomerado e à necessidade de intervenção que o edificado apresenta, a ARU –Moura da Serra abrange a totalidade dos espaços públicos e edifícios da aldeia, resultando uma área com cerca de 14ha.
  Arganil_ARU-MouradaSerra_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE PIÓDÃO
 
  Arganil_ARU-Piódão_Foto1  Arganil_ARU-Piódão_Foto2  Arganil_ARU-Piódão_Foto3
 
A aldeia do Piódão é sede de freguesia e localiza-se numa encosta da Serra do Açor, na parte Este do concelho de Arganil. Desde 1978, ano em que o Piódão foi classificado Imóvel de Interesse Público. Implantada sobre uma ingreme encosta da Serra do Açor com uma estrutura de malha cerrada e traçado sinuoso de onde sobressai o negro do xisto e o azul das portas e janelas. Esta aldeia foi alvo da intervenção no âmbito de distintos programas que tinham como objetivo a sua reabilitação, valorização e desenvolvimento. Tais planos potenciaram a reabilitação do edificado e do espaço público bem como a dinamização desta singular aldeia com a finalidade de melhorar as condições de vida da população e tornar o Piódão naquele que é hoje o mais importante destino turístico da região. Integrada na Rede das Aldeias Históricas de Portugal desde a sua criação em 1991, o Piódão passou a destacar-se das restantes atrações turísticas do concelho de Arganil, tornando-se esta a sua principal atividade económica. Desta forma, a delimitação da ARU contribuirá em grande forma para a valorização da sua paisagem através da conservação do edificado e reabilitação dos espaços públicos, sendo este um instrumento fundamental para assegurar a continuidade e o crescimento sustentável das suas atividades económicas e a melhoria da qualidade de vida dos seus residentes. Em 2011, o Piódão contava com 65 habitantes e com 146 edifícios, a maioria dos quais habitacionais com 1 a 4 pisos. Apesar do património edificado apresentar, na sua generalidade, bom estado de conservação, é importante garantir a continuidade da sua manutenção e melhoria. Desta forma, a ARU –Piódão abrange a totalidade dos espaços públicos da aldeia e a quase totalidade das suas edificações, perfazendo uma área com cerca de 21ha.
 
  Arganil_ARU-Piódão_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE POMARES
 
  Arganil_ARU-Pomares_Foto1              Arganil_ARU-Pomares_Foto2           Arganil_ARU-Pomares_Foto3
 
Pomares é uma aldeia sede de freguesia situada num vale nas margens da Ribeira da Moura no lado Nordeste do concelho de Arganil. É na margem direita desta ribeira que se encontra o núcleo primitivo da aldeia que apresenta uma malha apertada e irregular que contrasta com os grandes campos agrícolas que o rodeiam. Devido à presença destes campos nas terras mais férteis e planas junto à ribeira, a expansão da aldeia deu-se de forma dispersa ao longo do principal eixo viário e estendeu-se também para a margem esquerda da ribeira. No ano de 2011, Pomares contava com 212 habitantes e 192 edifícios, a maioria dos quais habitacionais com 1 a 4 pisos e anteriores a 1980. A idade dos edifícios ditou a necessidade de a ARU –Pomares abranger a quase totalidade do património edificado, incluindo tanto o núcleo mais antigo como as novas zonas de expansão, somando uma área com cerca de 35ha.
 
  Arganil_ARU-Pomares_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE SANGUINHEDA
 
  Arganil_ARU-Sanguinheda_Foto1  Arganil_ARU-Sanguinheda_Foto2  Arganil_ARU-Sanguinheda_Foto3
 
Sanguinheda é uma aldeia da freguesia de S. Martinho da Cortiça que se localiza na parte Noroeste do concelho de Arganil e foi sede de concelho entre 1513 e 1836 em consequência do foral que lhe foi atribuído pelo Rei D. Manuel. A origem da sua morfologia urbana está diretamente relacionada com o aproveitamento de terrenos férteis para uso agrícola, desenvolvendo-se a aldeia ao longo de um eixo longitudinal Noroeste/Sudeste, com cerca de 1 km de cumprimento, completamente cercada por tais campos. A delimitação da ARU definiu-se pelas características intrínsecas de arquitetura popular que o conjunto edificado apresenta, visando sobretudo criar condições que potenciem a reabilitação dos imóveis privados e do espaço público, visando não só a melhoria das condições de vida dos residentes, mas também criar um conjunto de condições que potenciem e atraiam o investimento privado. No ano de 2016, Sanguinheda contava com 95 habitantes e 75 edifícios, a maioria dos quais destinados a habitação com 1 ou 2 pisos e anteriores à década de 80. O estado de conservação da maioria dos edifícios ditou a necessidade da ARU –Sanguinheda abranger a totalidade dos edifícios da aldeia, perfazendo uma área com cerca de 12ha.
  Arganil_ARU-Sanguinheda_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE SARNADELA
 
  Arganil_ARU-Sarnadela_Foto1  Arganil_ARU-Sarnadela_Foto2  Arganil_ARU-Sarnadela_Foto3
 
Sarnadela é uma aldeia da freguesia de Pombeiro da Beira que se localiza na parte Oeste do concelho de Arganil. O núcleo primitivo desta aldeia localiza-se numa posição central, em torno do largo do Rossio formado pelo cruzamento da Rua Comendador Lopes Ferreira com a Estrada do Fundo da Rua e a Rua do Vale da Ameixa. O núcleo urbano da Sarnadela caracteriza-se pelo crescimento disperso ao longo do principal eixo viário,a EM 523. A delimitação da ARU definiu-se pelas características arquitetónicas que o conjunto edificado apresenta, visando sobretudo criar condições que potenciem a reabilitaçãodos imóveis privados e do espaço público, visando não só a melhoria das condições de vida dos residentes, mas também criar um conjunto de condições que potenciem e atraiam o investimento privado. Em 2011, a ladeia de Sarnadela contava com 118 habitantes e com 106 edifícios, a maioria dos quais residenciais com 1 ou 2 pisos e muitos anteriores à década de 80.A ARU –Sarnadela engloba a a quase totalidade dos edifícios e a totalidade dos espaços públicos da aldeia, abrangendo tanto o centro mais antigos como as áreas de expansão mais recentes, resultando assim uma área com cerca de 26ha.
 
  Arganil_ARU-Sarnadela_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE SARZEDO
 
  Arganil_ARU-Sarzedo_Foto1         Arganil_ARU-Sarzedo_Foto2           Arganil_ARU-Sarzedo_Foto3
 
Sarzedo é aldeia sede de freguesia no concelho de Arganil. O núcleo mais antigo desta aldeia localiza-se junto ao Rio Alva, na sua margem direita, e apresenta uma malha densa e de morfologia irregular. A expansão da aldeia deu-se de forma dispersa devido á existência de campos agrícolas a aconteceu principalmente para Norte uma vez que a Sul se encontra o Rio Alva. A delimitação da ARU definiu-se pelas características intrínsecas de arquitetura que o conjunto edificado apresenta, visando sobretudo criar condições que potenciem a reabilitação dos imóveis privados e do espaço público e a consequente melhoria das condições de vida dos residentes, bem como gerar um conjunto de condições que potenciem e atraiam o investimento privado e a fixação de novos residentes. No ano de 2011, o Sarzedo contava com 529 habitantes e 407 edifícios, a maioria de função residencial, com 1 a 4 pisos e apesar de haver alguma construção recente, a maioria é anterior à década de 80. A ARU abrange assim a quase totalidade do património edificado e os principais espaços públicos da aldeia, perfazendo a totalidade de 40ha.
 
  Arganil_ARU-Sarzedo_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE SECARIAS
 
  Arganil_ARU-Secarias_Foto1Arganil_ARU-Secarias_Foto2Arganil_ARU-Secarias_Foto3
 
Secarias é uma aldeia sede de freguesia localizada no concelho de Arganil. O núcleo mais antigo desta aldeia localiza-se em torno da Igreja de S. Sebastião e principalmente ao longo de um único eixo viário, a Rua António Duarte Alves. A morfologia seguida é irregular, constituída por lotes estreitos que formam uma malha densa. Com o tempo a aldeia continuou a desenvolver-se ao longo da Rua António Duarte Alves, e também ao longo da N 342 e do espaço compreendido entre estes dois eixos viários. A delimitação da ARU definiu-se pelas características intrínsecas de arquitetura que o conjunto edificado apresenta, visando sobretudo criar condições que potenciem a reabilitação dos imóveis privados e do espaço público e a consequente melhoria das condições de vida dos residentes, bem como gerar um conjunto de condições que potenciem e atraiam o investimento privado e a fixação de novos residentes. No ano de 2011, Secarias contava com 356 habitantes e com 242 edifícios, grande parte dos quais de função habitacional com 1 ou 2 pisos. Esta aldeia conta com muitas construções recentes, mas cerca de metade são anteriores a 1980, pelo que a ARU delimitada abrange a quase totalidade do património edificado. A ARU –Secarias engloba assim o centro mais antigo, mas também as zonas de expansão da aldeia, contabilizando uma área com cerca de 43ha.
  Arganil_ARU-Secarias_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28



 » ARU DE VILA COVA DE ALVA
 
  Arganil_ARU-VilaCovadeAlva_Foto1  Arganil_ARU-VilaCovadeAlva_Foto2  Arganil_ARU-VilaCovadeAlva_Foto3
 
Vila Cova de Alva é uma aldeia, sede da União das Freguesias de Vila Cova de Alva e Anceriz, localizada na parte Norte do concelho de Arganil. Esta aldeia tem um núcleo primitivo bem marcado no território, que se desenvolveu junto ao Convento de Santo António com uma malha bastante densa e morfologia irregular na margem esquerda do Rio Alva. O crescimento da aldeia deu-se ao longo e paralelamente à N 342. Em 2011, Vila Cova de Alva contava com 199 habitantes e 203 edifícios, a sua maioria de função habitacional com 1 ou 2 pisos e anteriores a 1980. Uma das atividades económicas importantes para Vila Cova de Alva é o turismo, uma vez que esta aldeia está inseria na Rede das Aldeias do Xisto e que possui um conjunto monumental significante. A paisagem urbana criada pelo conjunto edificado na margem esquerda do Rio Alva é assim uma das principais ofertas. Desta forma, a valorização desta paisagem através da reabilitação do edificado e espaços públicos é um aspeto essencial para assegurar a continuidade e o crescimento desta atividade. A delimitação da ARU –Vila Cova de Alva baseou-se no Plano da Aldeia elaborado em 2010, que teve como objetivo a requalificação dos espaços públicos deste núcleo urbano. Desta forma, é agora importante direcionar os esforços para a reabilitação do edificado. Assim, a ARU engloba toda a aldeia, perfazendo uma área com cerca de 22ha.
 
  Arganil_ARU-VilaCovadeAlva_Planta
 
Enquadramento Legal
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Situação do Processo
ARU APROVADA
Consulta do Processo
 
Área de Reabilitação Urbana
 

Entidade Gestora
Câmara Municipal

Processo de Constituição
 

Âmbito Temporal
3 anos 

Aprovação da Câmara Municipal 
2016-06-07

Comunicação ao IHRU
2016-08-04

Aprovação da Assembleia Municipal
2016-06-18

Publicação DR II Série
Ultima atualização: 2016-10-28

 

Sobre o Portal | Avisos Legais | Política de Privacidade
Actualizado em 2016-02-18 | 1.6.4
Em conformidade com o nível 'AA' das WCAG 1.0 do W3C [D] Símbolo de Acessibilidade na Web  Portal da União Europeia